ff

Carazinho.Net - blog@carazinho.net
terça-feira, 2 de agosto de 2011
Economia aponta crescimento no primeiro semestre

Dos oito setores entrevistados, a Loja Deltasul apontou o maior crescimento no período com incremento de até 37% nas vendas
 
Analisando o comportamento da economia em Carazinho neste primeiro semestre, lojistas, gerentes de empresas e proprietários demonstram que a cidade passa por um cenário positivo, com destaque para alguns setores. Como é o caso das Lojas Deltasul, do ramo de eletrodomésticos e móveis, que entre os entrevistados registrou o maior incremento, chegando a 37% no período. O gerente da Loja, Odair Antunes de Souza, revela que devido ao volume das vendas teve que aumentar o quadro de funcionários, contratando mais cinco pessoas. "É uma cadeia, porque quanto mais a gente vende, mais pessoas são empregadas, tanto na função de vendedor como freteiros e montadores", explica.
A indústria de lençóis térmicos Termobrás já se preparou para o aumento da produção ainda em abril, contratando oito empregados. "Incrementamos a nossa produção antes mesmo de o inverno chegar, porque precisamos ter um bom estoque. Não temos como produzir apenas quando os clientes começarem a comprar", informa a gerente administrativa da Termobrás, Judith Bradellero, acrescentando que atualmente a produtividade é de aproximadamente 150 lençóis por dia.
Frio histórico beneficia as vendas
 
A sensação térmica é que define o cenário das vendas no setor dos lençóis térmicos e Judith conta que no ano anterior as baixas temperaturas chegaram mais cedo. "Este ano estávamos assustados porque o frio ainda não tinha acontecido e as vendas estavam inferiores", afirma ela, esclarecendo que, quando a temperatura baixou a comercialização dos produtos foi muito grande, conseguindo superar os índices de 2010 em 20%. Isso porque o frio foi histórico e durou vários dias consecutivos. "As pessoas sentiram muito frio. Elas sempre acham que a sensação térmica vai durar apenas um ou dois dias, e deixam para adquirir um lençol térmico no próximo ano. Mas, desta vez ele demorou a ir embora e a previsão é que continue esfriando até setembro", garante.
 
Crédito fácil incentiva venda de veículos novos
 
As facilidades do crédito, mesmo com os juros altos, estimulam cada vez mais as vendas de veículos novos, o que fez com que a comercialização desta categoria subisse 27% no primeiro semestre da Marina Veículos. De acordo com o diretor da empresa, Jaison Lamonatto, o fortalecimento da economia também influenciou no setor de peças e serviços, que obteve 30% de crescimento. Porém, em relação aos automóveis semi-novos houve queda de 10%. "Como a economia brasileira está em um ritmo acelerado a indústria precisa comercializar a sua produção de alguma forma. Então, eles facilitam o crédito para adquirir veículos novos", confirma Lamonatto.
 
Como pondera ele, o governo subiu as taxas de juros para pessoa física, tentando reduzir o endividamento. Em contrapartida, facilitou o crédito para a pessoa jurídica, possibilitando o desenvolvimento de novas empresas. "Além disso, um carro novo vale mais a pena, devido a garantia".
 
Aumento na demanda limita entrega de cimento

As obras da Copa em 2014 podem ser a explicação para parte do aumento da demanda de cimento no Brasil, além do incentivo do governo na construção da casa própria para as classes mais baixas. O proprietário da Geral Materiais de Construção, Claudir Schreiner, pontua que a fábrica limitou o número de sacos de cimentos por mês e que o restante é comprado de atacados, com preço mais elevado. "A procura pelo material é cada vez maior e as fábricas não estavam preparadas para atender estas necessidades, o que prejudicou bastante, uma vez que tivemos que aumentar o preço do produto", esclarece.
 
 
Agricultura girando a roda da economia

Na região de Carazinho a agricultura surge como balizadora do cenário econômico, pois o desenvolvimento dos demais setores se torna fortemente atrelado a produção agrícola. Segundo o gerente da filial da Augustin, revendedora Massey Ferguson, Vagner Neuhaus, a boa produção da última safra, beneficiada pelo clima adequado renderam um incremento na venda de máquinas e implementos, na faixa de 20%, comparados ao primeiro semestre de 2010. "O preço do saco de soja subiu de R$ 38 para R$ 45 neste ano, e isso deu uma diferença de 15 a 20% em valores, o que garantiu uma maior lucratividade aos produtores", reitera ele, observando que os programas do governo Federal, como o Mais Alimentos, também influenciam nos investimentos em maquinário.
 
Setor de alimentação registrou estagnação

Diferentemente dos outros ramos, a alimentação registrou uma estagnação no primeiro semestre de 2011, conforme o sócio proprietário do Supermercado Casa do Pão, Saul De Carli. "Não tivemos crescimento nestes seis meses, sendo que em alguns períodos as vendas foram mais baixas que o normal", considera. O endividamento da população é apontado como um dos motivos para este panorama. "Os juros baixos atraíram os consumidores que agora estão com muitas contas para pagar e reduziram o consumo", argumenta De Carli, acrescentando que nem as datas comemorativas do primeiro semestre garantiram bons índices de comercialização.
 
Segundo o proprietário, a economia está se apresentando com muita turbulência, uma vez que após o segundo trimestre deste ano os preços das mercadorias tiveram um reajuste de 6 a 10%. "Foi muito acima do esperado e isso pode ter assustado o cliente também. Mas, fazia três ou quatro anos que não notávamos preços tão altos", admite.
 
Materia completa:

Postado por WM Internet as 10:28 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

Últimos Posts

A face gaúcha da miséria: municípios do Sul sofrem...
Brizola é um viaduto que não funciona
Produção leiteira registra queda de 20% devido ao ...
GRIPE A - Prevenção é intensificada nas escolas de...
Baixas temperaturas pedem cuidados
Pode nevar no Estado no sábado e domingo, alerta I...
MILHETO - PLANTA FORRAGEIRA
A dieta mais simples do mundo: dois copos d'água a...
LEI SECA -Após 3 anos, autuações aumentam mas acid...
Primeira noite de inverno será a mais longa do ano...

Arquivos

12/01/2010 - 01/01/2011 01/01/2011 - 02/01/2011 03/01/2011 - 04/01/2011 04/01/2011 - 05/01/2011 05/01/2011 - 06/01/2011 06/01/2011 - 07/01/2011 07/01/2011 - 08/01/2011 08/01/2011 - 09/01/2011 09/01/2011 - 10/01/2011 10/01/2011 - 11/01/2011 11/01/2011 - 12/01/2011 12/01/2011 - 01/01/2012 01/01/2012 - 02/01/2012 02/01/2012 - 03/01/2012 03/01/2012 - 04/01/2012 05/01/2012 - 06/01/2012 06/01/2012 - 07/01/2012 07/01/2012 - 08/01/2012 08/01/2012 - 09/01/2012 09/01/2012 - 10/01/2012 10/01/2012 - 11/01/2012 12/01/2012 - 01/01/2013 01/01/2013 - 02/01/2013 02/01/2013 - 03/01/2013 03/01/2013 - 04/01/2013 04/01/2013 - 05/01/2013 05/01/2013 - 06/01/2013 06/01/2013 - 07/01/2013 07/01/2013 - 08/01/2013 08/01/2013 - 09/01/2013 09/01/2013 - 10/01/2013 10/01/2013 - 11/01/2013 11/01/2013 - 12/01/2013 12/01/2013 - 01/01/2014 01/01/2014 - 02/01/2014 03/01/2014 - 04/01/2014 05/01/2014 - 06/01/2014 07/01/2014 - 08/01/2014 10/01/2014 - 11/01/2014 11/01/2014 - 12/01/2014 10/01/2015 - 11/01/2015 01/01/2016 - 02/01/2016

 

 

 

WM INTERNET